Quem não tem coração e atitude de ovelha, não serve para ser pastor. A autoridade provém da submissão e o governo é legitimado pelo serviço.

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Recuse-se a Começar o que Não Pode Concluir


“Valorizamos a capacidade dos homens pelo que eles concluem, não pelo que tentam fazer.”,— Autor Desconhecido


Qual de vocês, se quiser construir uma torre, primeiro não se assenta e calcula o preço, para ver se tem dinheiro suficiente para completá-la?
—Lucas 14:28
Vários projetos inacabados confundem nossa mente e nossa vida. Gritam continuamente para que os terminemos, nos condenam e zombam de nós. Quanto mais tempo levamos para completá-los, pior nos sentimos a nosso próprio respeito. Ninguém consegue tentar fazer diversas coisas e executar qualquer uma delas bem. Temos limitações e não devemos ter medo de enfrentá-las. Deus não é limitado e na verdade, cada um de nós que coloca a fé Nele pode fazer qualquer coisa que Ele nos leve a fazer. No entanto, Deus não leva as pessoas a começar as coisas e não terminá-las.

Deus começou a boa obra em cada um de nós e vai continuar trabalhando até p dia da volta de Cristo, completando e aperfeiçoando essa boa obra (ver Filipenses 1:6). Alguns projetos são de curto prazo e outros levam mais tempo — as pessoas impacientes geralmente não finalizam os de longo prazo. A maturidade espiritual, por exemplo, requer paciência. Nós não mudamos do dia para a noite. Há muitas pessoas que abandonam a fé porque não conseguem arranjar um atalho rápido. Desejam o sucesso imediato e realmente não existe algo assim.


Conheço pessoas que começam todo projeto novo com uma abundância de energia emocional, mas quando passa o efeito da novidade, elas o abandonam ou deixam para que uma outra pessoa o finalize ou o projeto fica simplesmente sem término. Coisas novas são sempre emocionantes, mas o que dizer depois que acabam todos os aplausos e a animação de momentânea emoção inicial?Quem ainda está em torno delas, então? Somente aquelas que consideraram as conseqüências e que sabiam, desde o começo, que haveria muitas fases que teriam de atravessar diferentes daquelas emocionantes do início. Aqueles que desistem e vão embora estão quase sempre frustrados e cheios de desculpas para justificar por que não conseguem concluir coisa alguma.


A maior parte das pessoas em nossa sociedade hoje em dia é viciada em assumir mais coisas do que pode realizar. A administração do estresse se tornou um negócio de bilhões de dólares, e a maior parte do estresse que vivenciamos nos dias de hoje é causada por tentarmos fazer coisas demais. Sempre tenho mais na minha lista de afazeres do que posso terminar em um dia, mas no dia seguinte arranjo coisas novamente. Deveríamos nos empenhar para fazer bem e pontualmente tudo o que assumirmos como uma responsabilidade.


Simplifique a sua vida, começando apenas com o que você sabe que pode terminar e terminando o que você começou. Não se permita distrair — permaneça concentrado e chegue até o fim.


Quando você conclui algo, não precisa mais dele em sua mente. Está livre para se entregar completamente ao próximo projeto, à próxima meta, à próxima grande idéia de sua vida. Você está livre para sonhar e livre para criar, porque sua mente e seu coração estão livres da confusão. Esta é a melhor parte da simplicidade.


Enviado por Pr. Cristian Rizos

Um comentário: